Telefonia Convencional

by

Introdução

Iremos iniciar uma série de artigos sobre Telefonia, começando pela Telefonia Convencional, que nada mais é do que a tecnologia utilizada pela maioria das comunicações feitas por telefone.

Nosso objetivo não é contar a história desde Alexander Graham Bell, inventor do telefone, e sim apresentar essa tecnologia que mudou a maneira com que o mundo se comunica.

Como funciona?

Para não reinventar a roda, abaixo segue a explicação do how stuff works, que por sinal é bem clara e objetiva:

Um par de fios de cobre vai de uma caixa na rua até uma caixa (normalmente chamada de ponte de entrada) na sua casa. De lá, o par de fios é conectado a cada ponto telefônico da sua casa. Se sua casa tiver duas linhas telefônicas, dois pares diferentes de fios de cobre vão ate ela.

Ao longo da rua passa um grosso cabo preenchido com 100 ou mais pares de fios de cobre. Dependendo de onde você está, este cabo irá diretamente ao interruptor da companhia telefônica ou a uma caixa do tamanho de uma geladeira, que age como um concentrador digital.

Rede Pública de Telefonia Comutada (PSTN)

Rede Pública de Telefonia Comutada (PSTN)

O concentrador digitaliza sua voz em uma taxa de amostragem de 8 mil amostras por segundo e resolução de 8 bits (8KHz  X 8 bits = 64 kbit/s). Ele então combina sua voz com dezenas de outras vozes e emite-as por um único fio (geralmente um cabo coaxial ou um cabo de fibra ótica) até a companhia telefônica. Sua linha conecta-se a uma placa de linha na central de comutação para que você possa ouvir o tom de discagem quando tira seu telefone do gancho.

Se você estiver fazendo uma chamada para alguém conectado à mesma central, esta simplesmente cria uma conexão entre o seu telefone e o telefone da pessoa para a qual você ligou. Se for uma chamada interurbana, a sua voz será digitalizada e unida a milhões de outras vozes na rede de longa distância. Sua voz viaja normalmente por uma linha de fibra ótica até a central do receptor, mas também pode ser transmitida por satélite ou por torres de microondas.

Voltando aos dias de comutação manuais, é fácil compreender como os grandes sistemas de telefonia funcionam. Nos tempos da central manual, havia um par de fios de cobre que iam de cada casa a uma central no meio da cidade. O operador da central manual sentava-se na frente de um painel com uma tomada para cada par de fios.

Cada tomada tinha uma pequena luz. Uma grande bateria fornecia corrente através de um resistor para cada par de fios. Quando alguém tirava o telefone do gancho, o interruptor completava o circuito e deixava a corrente passar pelos fios, indo da casa à central. Isso acendia a lâmpada sobre o interruptor no painel. O operador conectava seu fone a este interruptor e perguntava para quem a pessoa gostaria de ligar. O operador enviava um sinal de chamada ao receptor e esperava que ele pegasse o telefone. Uma vez que o receptor tirava o telefone do gancho, o operador conectava as duas pessoas, como na rede de comunicação interna.

No sistema telefônico moderno, o operador foi substituído por um interruptor eletrônico. Quando você pega o telefone, o interruptor detecta o fim da comutação e emite um tom de discagem para que você saiba que o interruptor e o seu telefone estão funcionando. O tom de discagem é a combinação do tom de 350 hertz e do tom de 440 hertz. Você disca o número usando um teclado de discagem de tom. Os diferentes sons de discagem são produzidos a partir de pares de tons, como mostrado aqui:

1.209 Hz

1.336 Hz

1.477 Hz

697 Hz

1

2

3

770 Hz

4

5

6

852 Hz

7

8

9

941 Hz

*

0

#

Se o número estiver ocupado, você ouvirá um sinal de ocupado composto de um tom de 480 hertz e de um tom de 620 hertz, com um ciclo de meio segundo ligado e meio segundo desligado.

Vantagens

  • Conversão analógico-digital nas centrais;
  • Voz trafega em um circuito digital dedicado de 64 kbit/s;
  • Banda alocada completamente para a sessão de voz;
  • Sinal digital é convertido novamente em analógico para ser enviado ao assinante;
  • Comutação por circuito, sem filas ou atrasos intermediários;
  • Alta Confiabilidade/Disponibilidade;
  • Qualidade da ligação;
  • Alta percentagem de chamadas completadas;
  • Sistema de alimentação fornecido pela própria central telefônica.

Desvantagens

  • No sistema de telefonia convencional as informações trocadas entre os usuários são facilmente interceptadas através da escuta telefônica pela utilização de um método conhecido popularmente como grampo telefônico. Já no sistema de telefonia IP, interceptar as informações entre usuários exige um conhecimento avançado em redes;
  • Na telefonia convencional há convergência apenas com o sistema de sinais de voz, enquanto a telefonia IP converge com diferentes sistemas de sinais (dados, voz e imagens), fato que apresenta grande economia e flexibilidade;
  • Custo ainda é alto em relação as ligações telefônicas, principalmente nas de longas distâncias, no caso da telefonia convencional;
  • Não há “mobilidade” do serviço, ou seja, se você quiser se mudar para outro estado ou país você não consegue levar o seu número e ainda continuar com os mesmos serviços, fato que não acontece na telefonia IP.

É interessante frisar que só podemos pensar e escrever “vantagens” e “desvantagens” em relação a telefonia convencional devido ao fato de novas tecnologias de telecomunicações terem sido criadas nos últimos tempos (cerca de 10 a 15 anos), sendo uma das mais importantes a telefonia IP.

Fabrício Campos e Rodrigo Ribeiro

Fonte:

How Stuff Works

Projeto de Redes

Teleco

Uma resposta to “Telefonia Convencional”

  1. ensinar Says:

    Muito bom o post!!! Parabéns!

    Wesley =)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: