Palestra: VRaptor3: Guerrilha Web – Falando em Java 2009

by

VRaptor3: Guerrilha Web

Palestra apresentada por Felipe Sabella e Guilherme Silveira (Caelum)

Esta palestra foi uma apresentação (no fundo, uma mensagem de “Use-me”…) das novidades do VRaptor3, framework de aplicações Web desenvolvido pelo pessoal da Caelum, que ainda está em fase de testes e sem documentação completa, tendo sua liberação para o público programada daquia a 3 semanas (previsão dos palestrantes).

Começo

Tudo começou em 2004, quando o pessoal da Caelum buscava uma alternativa mais completa para criar a interface do “GUJ 2.0″, pois o framework usado no momento, o WebWorks, não estava satisfazendo as necessidades. Partindo da premissa do “Quer algo do seu jeito, então faça você” ou “É uma porcaria, vamos fazer o nosso”, surgiu o projeto VRaptor.

Projeto VRaptor

VRaptor como foi dito, não veio pra “reinventar a roda”, mas para facilitar o desenvolvimento Web com a maior compleitude possível. Foi usada a frase “Quando se rouba idéias de todo mundo é uma pesquisa”, para embasar o desenvolvimento da ferramenta e a busca para agregar as necessidades principais do programador Web.

Em uma pesquisa rápida a platéia foi questionada sobre quantos projetos deram certo com Struts e quantos falharam (a mesma coisa com JSF). Algumas pessoas levantaram a mão para certo, outras para errado, mas no final o objetivo era dizer que com o VRaptor as coisas seriam diferentes (“Jabá” da ferramenta, é claro). Foi possível ver que o auditório estava bem fracionando sobre frameworks já usados em desenvolvimento Web, citando até outros exemplos. Hoje no mercado temos cerca de 120 frameworks de desenvolvimento Web disponíveis, aumentando e muito as opções de uso.

Novidades da versão 3

Foram apresentadas as seguintes novidades da versão 3 do VRaptor:

  • Integra com Spring e Pico Container por padrão (Spring é default);
  • Cria novas integrações DWR e Flex;
  • Refactor amigável: validação e redirecionamento;
  • VRaptor auxilia nas annotations do RESTful;
  • Features “legais”: upload e download de arquivos com menos linha de código;
  • URI’s mais limpas e claras (inspiração no Rails);
  • Definições de escopo (uso da annotation “@ApplicationScoped”);
  • Delega para outros a configuração de XML e properties;
  • Conventionful (totalmente convencionável): retorno de método para os mais diversos tipos & collections.

Durante a exposição de cada uma das novidades ambos os palestrantes mostravam, compilavam e explicavam códigos com uso da ferramenta, tornando bem claro o entendimento de uso da mesma.

Por que usar VRaptor?

  • Há pessoas que não gostam de Struts Action (gosto pessoal dos dois e de outras pessoas. Dizem que cada vez que se usa Struts Action “mata-se uma foca”);
  • Cada framework agrada tipos diferentes de usuários. VRaptor pode agradar você.

No final (tirando o “jabá” de sempre) foi uma palestra para agregar conhecimento de mais um framework Web, que pode ou não nos agradar, mas que já tem aceitação de um certo número de pessoas. Ambos os palestrantes conseguiram expor ao público de maneira clara, dinâmica e concisa os conceitos passados.

Tags: , , , , , ,

Uma resposta to “Palestra: VRaptor3: Guerrilha Web – Falando em Java 2009”

  1. VRaptor 3 está liberado pra uso « Templário da Tecnologia Says:

    […] ano participei do Falando em Java 2009, evento promovido pela Caelum. Lá  comtemplei a palestra “VRaptor3: Guerrilha Web – Falando em Java 2009″ (para ver o report completo do evento, favor acessar o post escrito por mim e André Pantalião no […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: